AMEI LIVRARIA

Av. Prof. Carlos Cunha, nº 1000

Jaracaty, São Luís - MA

CEP: 65076-907

© 2019 Livraria AMEI

Atendimento 

Livraria e Espaço Cultural AMEI - São Luís Shopping:

(98) 3251 3744

Presidente: (98) 9 9612 2384 (WhatsApp)

1ª Secretária: (98) 9 8283 2560 (WhatsApp)

Email: ameilivraria@gmail.com

Nossas redes sociais 

  • Facebook
  • Instagram

Título: A Cigarra Mariana Luz - Coleção: Crianças notáveis - Edições AICLA

Autora: Jucey Santana

ISBN: 9786580425013

Peso: 101g

 

Sobre o livro: 

 

Obra infantojuvenil sobre a vida e obra dapoeta, teatróloga e professora Mariana Luz .

 

A poetisa itapecuruense Mariana Gonçalves da Luz foi uma das figuras mais expressivas na literatura maranhense, do final do século XIX e da primeira metade do século XX, com uma produção literária de primeira grandeza.
 
        Era filha do tabelião do 1º Ofício de Itapecuru Mirim, João Francisco da Luz, e de Fortunata Gonçalves da Luz. Recebeu na infância o carinhoso apelido de “Sianica”. Nasceu no dia 10 de dezembro de 1871, e faleceu em 14 de setembro de 1960. Foi professora, poetisa, teatróloga, musicista, oradora e escritora.
 
 Mariana Luz era versátil,  empreendedora e ousada, que transmitia a sua paixão pelas  letras e pelas artes mesmo nas horas de maior adversidade.
Mariana viveu na vanguarda  do seu tempo, que na época, já vislumbrava uma prefiguração da mulher dos tempos atuais. Ela não temia quebrar as regras de uma sociedade preconceituosa para impor o seu   trabalho e talento. A exemplo de dedicar-se ao magistério por quase 80 anos, como a um sacerdócio; ajudar na educação de gerações e gerações de maranhenses; ser pioneira em trabalhos artísticos e artesanais; fundar escolas; ajudar na construção da igreja; fundar teatro; participar de grêmios literários; fazer parte dos principais acontecimentos históricos, culturais e sociais do Maranhão   e se projetar como renomada poetisa, angariando   respeito em toda uma classe literária, ao lado de gigantes da intelectualidade que criaram o fenômeno da Atenas Brasileira  no cenário estadual.
Mariana Luz fez o seu primeiro poema aos dez anos. Sendo descoberta pelo pai que a proibiu de escrever por achar que não era uma atitude apropriada à mulher, então, continuou a produzir a sua arte literária com o pseudônimo de homem, “Hector Moret”.  Aos 11 anos já tinha uma escolinha de primeiras letras na casa de seus pais, começando ensinar os filhos de vizinhos.
Em 1875, aos treze anos, já era uma artista plástica requisitada na sociedade, pelos seus trabalhos artisticos e artesanais, comprovado por  vários  em jornais da época.

Jucey Santana 

A cigarra

R$ 16,00Preço

Livraria e Espaço Cultural AMEI - São Luís Shopping

Fixo: (98) 3251 3744

Whatsapp: (98) 9 8283 2560

Email: ameilivraria@gmail.com