A nação Guesa de Sousândrade

Título: A nação Guesa de Sousândrade – uma viagem narrativa em viagem  

Autora: Ana Santana Souza  

ISBN: 978-85-98274-16-4

Ano: 2008

Editora: UEMA | AML

Idioma: Português

Categoria: Literatura Brasileira  | Crítica  

Sobre o livro:

 

Resulta presente trabalho da leitura e análise d’ O Guesa, de Sousândrade, tendo como paradigma teórico o conceito de performance, segundo desenvolvido por Graciela Ravetti. Ana Santana Souza se propõe "demonstrar como Sousândracle, numa visão bem contemporânea às narrativas da nação moderna do século XX, elabora uma performance alegórica na forma da serpente animal-totem e mitológico". Na realização de seu poema, o poeta "transgride as fronteiras tanto dos territórios político-culturais, quanto dos gêneros literários, concebendo língua e Nação como entidades plurais, configuradas entre apropriações e perdas [criando] uma narrativa em viagem que transita entre (auto)biografia e ficção, realidade e sonho. Escrita da sua própria invenção das culturas, O Guesa pode ser assim recuperado em sua dimensão de transgênero performático, que reúne contribuições de diferentes culturas e tradições. O andamento narrativo do poema provoca imagens de um deslizamento em serpentinata, insinuoso, vinculado à serpente emplumada (quetzalcoatl), que percorre os altos e os baixos de uma cartografia imaginada, numa metamorfose sem fim.

 

Percebe-se, por suas próprias palavras, que a autora retoma e avança os estudos sousandradinos, tal como se recomenda e espera de uma tese doutoral. Sua retomada de investigações anteriores, enquanto as confirma em apanhados essenciais, servelhe como plataforma de prosseguimento para a edificação de seu próprio sítio analítico. Sousândrade, confirma Ana Santana, "age no nível da seleção de imaginários latino-americanos praticamente desconhecidos na literatura romântica nacional do século que viveu. Distancia-se dos cânones românticos de extração européia e procede à invenção de uma mestiçagem, composta com fragmentos e ruínas das Américas do Norte, Central e do Sul, e com restos de outras culturas colonizadas, revitalizando seus mitos e sua história no confronto com a cultura hegemónica do colonizador' .

No que avança enquanto estudo c contribuição específica ressalta, (le logo, 0 acréscimo de originalidade desta tese, que ajuda a iluminar epôr em relevo a singularidade do poeta  Maranhense, no panorama das literaturas da época (da América Latina e de outros universos, incluindo a dos centros hegemónicos europeus). Nesse percurso, e para além da análise do discurso colonial, a autora lança mão de conceitos específicos como bricolagem, hibridação, nomadismo, mestiçagem, etc. para nos oferecer uma leitura enriquecedora d'O Guesa, que "será uma alegoria, tecida num entre-lugar, tornando-se uma máquina literária de dissemiNtação." Destaque-se, bem a propósito, que a novidade de tais conceitos não desalenta ou deixa em estranheza o leitor não-especializado: um dos pontos altos que se há de louvar, no empreendimento de Ana Santana Souza é a erudição de seu aparato analítico, o qual, no entanto, não dispensou a simplicidade e a clareza expositiva.

 

O ensaísta e crítico maranhense Luiz Costa Lima, um dos pioneiros da "redescoberta" de Sousândrade nas últimas décadas, referia, em artigo escrito no alvorecer deste novo século, que Sousândrade continua ainda o mesmo: um "maldito", um "exótico', um "terremoto clandestino", ao qual os sismógrafos da literatura (muito poucos, em seu caso) ainda devem crítica mais detida e detalhada.

 

O trabalho de Ana Santana Souza encontra, em si mesmo, todas as razões para ser levado a público. As palavras de Luiz Costa Lima são argumento a mais para que este estudo seja publicado, com urgência - e com a mais adequada conveniência - na terra de Sousândrade. Nesta terra, com o co-patrocínio da única instituição que guarda reverência ao nome e à memória do Grande Esquecido.

 

São Luís, abril de 2008

 

Sebastião Moreira Duarte

 

A nação Guesa de Sousândrade

R$ 35,00Preço

Livraria e Espaço Cultural AMEI - São Luís Shopping

Fixo: (98) 3251 3744

Whatsapp: (98) 9 8283 2560

Email: ameilivraria@gmail.com